A Produtora


Primeiro houve o desejo de Enternecer, partindo do princípio que a vocação do cinema é transpor emoções. Em revolta, Quebra de Eixo apareceu na vontade da contracorrente. Abismo veio devastador, como se não sobrasse mais nada além de se jogar, desesperadamente.

Na certeza do cinema ser a ação, uma série de verbos rondaram: Arder, Cavar, Crer, Devir, Rendar, Sangrar, Tornar…

Mas surgiu “Haver”.

Fazer cinema é inevitável, a única coisa que faz sentido. A jovem produtora, criada em dezembro de 2011 parte desse pressuposto. Essa é uma conclusão óbvia de Aristeu Araújo e Denise Soares: não há mais nada além disso. “Haver” na completude que é existir, apenas ser e ponto. Haver Filmes.

 

Aristeu Araújo é cineasta, crítico de cinema e jornalista. Estudou Cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF) entre 2003 e 2008 e Jornalismo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Dirigiu seis curtas-metragens, sendo o último o filme Com Todo Amor de que Disponho, produzido pela Haver Filmes. Atua no mercado principalmente como diretor e montador, mas também é roteirista e produtor. No momento tem se dedicado à roteirização de seu primeiro longa-metragem, o filme “O que Há e Mais Sagrado”, além de outros projetos. Mais informações em seu site pessoal.

Denise Kelm é cineasta e jornalista. Fez pós-graduação em Cinema pela Universidade Tuiuti do Paraná e graduação em Jornalismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa, além de diversos cursos livres na área de audiovisual. Tem como foco direção e roteiro. Dirigiu dois documentários e três ficções até agora, entre eles os curtas-metragens Chinês É Tudo IgualRetrato Invisível, produzidos pela Haver Filmes e que no momento está em finalização. Atualmente trabalha em seu novo projeto de documentário sobre chineses em Curitiba.